quarta-feira, 28 de setembro de 2016

"As decepções nos tornam mulheres melhores e maduras. Os finais de alguns ciclos chegam, e precisamos entender que a vida é uma grande roda gigante… Uma hora lá em cima, outra lá em baixo, o que não pode faltar é esse gosto por aventuras e por novos começos, pois acredite, não existe nada melhor do que poder começar novamente. Não há nada melhor do que precisar apenas de você mesma para ser feliz."


"Era amor. Aí, por um acaso, deixou de ser. Ou talvez, justamente por existir uma separação, continue existindo amor. O amor morre em meio às mágoas, cicatrizes e descasos. Marcelo Camelo cantou em Adeus Você “vê se te alimenta e não pense que fui por não te amar”. Tem gente que vai, para preservar o que foi."


" Acho que estou andando pra frente. Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo. Hoje uma pessoa disse que está apaixonada por mim. Quem diria? Alguém gosta de mim. E o mais louco de tudo nem é isso. O mais louco de tudo é que eu também acho que gosto dele. Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente. Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias. Chorar deixou de ser uma necessidade e virou apenas uma iminência. Sofrer deixou de ser algo maior do que eu e passou a ser um pontinho ali, no mesmo lugar, incomodando a cada segundo, me lembrando o tempo todo que aquele pontinho é um resto, um quase não pontinho. Você, que já foi tudo e mais um pouco, é agora um quase. Um quase que não me deixa ser inteira em nada, plena em nada, tranqüila em nada, feliz em nada. Todos os dias eu quase te ligo, eu quase consigo ser leve e te dizer: “Ei, não quer conhecer minha casa nova?” Eu quase consigo te tratar como nada. Mas aí quase desisto de tudo, quase ignoro tudo, quase consigo, sem nenhuma ansiedade, terminar o dia tendo a certeza de que é só mais um dia com um restinho de quase e que um restinho de quase, uma hora, se Deus quiser, vira nada. Mas não vira nada nunca. Eu quase consegui te amar exatamente como você era, quase. E é justamente por eu nunca ter sido inteira pra você que meu fim de amor também não consegue ser inteiro…
Eu quase não te amo mais, eu quase não te odeio, eu quase não odeio aquela foto com aquelas garotas, eu quase não morro com a sua presença, eu quase não escrevo esse texto. O problema é que todo o resto de mim que sobra, tirando o que quase sou, não sei quem é."
"Preste atenção: Se for pra ser, será. Quando há química, os joguinhos serão desnecessários. Dê valor pra quem faz questão da sua presença. Essa é a única regra que levo comigo. Me quer? Ótimo! Não quer? Tchau, vou dar oportunidade pra quem merece."

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

"Acredito que quando a gente sente algo especial por alguém,não pode desistir nas primeiras quedas. Afinal, o amor é como aquelas praias desertas, bem escondidas. Aquelas que parecem que Deus fez questão de preservá-las, sabe?
A gente precisa saber ultrapassar trilhas apertadas, pedregosas e subir as montanhas mais altas só para apreciar as águas mais bonitas!!!"



sexta-feira, 27 de março de 2015

"Você nem quis ouvir o que eu sentia
E é por isso que não deu pra te esperar
Você não entendeu o que eu queria
Era te levar daqui pra nunca mais
Ouvir dizer que eu não servia pra te fazer feliz

Fiz esse reggae pra você
Pra nunca mais se esquecer
Que eu ainda to aqui

E que não tem por que fugir
E quando ouvir cê vai saber
Que nada foi em vão, foi tudo por você
Deixa acontecer!"




quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

"Mas faz parte aceitar o arrependimento, aceitar que naquela ocasião eu fui péssima. Uma maiores certezas que eu tenho, principalmente em relação a nós dois, é de que, se fosse hoje, eu faria diferente!"


terça-feira, 26 de agosto de 2014

"Uma vez meu pai me disse que conheceu a mulher mais insuportável que brigava com ele todos os dias, e por incrível que pareça, essa mulher tem meu sobrenome."


segunda-feira, 31 de março de 2014

sexta-feira, 7 de março de 2014



"Mãos que já se tocaram e não se tocam mais... acho que isso é saudade. Uma música que nos leva a um tempo que não é o hoje, um cheiro que faz nosso corpo desesperar-se lembrando de outro, uma lembrança que faz nosso coração lembrar o quanto já amou (e ainda ama). Saudade é memória que, apesar de doída, quer ser lembrada, sentida. Sabe aquela menina teimosa, que não aceita ser deixada de lado? É ela: a saudade.

Que chega sem aviso prévio, atropela os pensamentos e inunda alma com gritos de “replay”, de quero mais, é como aquela melodia linda que você não se cansa de ouvir, mas que uma hora irrita os ouvidos, o coração. Afinal ninguém sente saudades de coisas ruins, saudades é um tic-tac, é um vai e vem de coisas boas, daquele sorriso, daquela época em que o mundo podia estar em guerra e você em paz, daquela fase de bravura em que você enfrentaria o mundo só porque alguém segurava a sua mão e te dizia, vamos estou com você.

Quanto de mim é saudade? Nem sei se dá pra medir. Já é amiga da casa, já é parte de mim. Não pede mais pra entrar, não avisa quando vai chegar. Não tem pra quê, já é íntima.
Então senta, pega um banquinho pra acomodar o coração, pois quando a saudade bate na porta, não há razão que ganhe, não há grito mais alto do que a vontade de estar onde a saudade não é só uma lembrança, mas sim realidade. ”

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

"O normal é lembrança, o atípico é lembrado. Mulher não fala, deixa entender. Mulher não diz, quer ser entendida. O segredo reside em regar o encantamento todo o dia, podá-lo de vez em quando, enfeitá-lo com flores pela manhã. Entendeu? O que é nosso a gente cuida, planta e acolhe."






“A ausência um do outro já não incomodava como água oxigenada no joelho de feridas abertas. Embora os dois soubessem que o buraco estava lá, num cantinho vazio do coração e no confiscado dilatar de pupilas de cada um.”

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

"É que a gente parece duas crianças. Um mais birrento do que o outro. Somos mimados, cheios de vontade. A gente briga, muito. A gente discute, se bate, se xinga e até dizemos que nos odiamos. Ah, se todo ódio fosse assim. Mas você acaba voltando pra mim e eu voltando pra você. É como se tivéssemos um imã. Um polo positivo atraído por um negativo. É a física. Até a natureza conspira ao nosso favor."

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

"Imagina que louco seria se a vontade falasse mais alto do que o medo? Imagina que lindo seria se a gente deixasse 'acontecer' sem pensar no amanhã, sem procurar sentido ou rótulos pro que sentimos... Imagina que doce seria dormir naquele abraço, e esquecer o mundo lá fora? Agora abre os olhos, para de imaginar e vai buscar o que te faz sorrir. Sonhar é bonito, mas é de atitudes que os momentos felizes são feitos."


terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

“O amor vai até onde tem que ir. Até onde os dois quiserem. Até onde se propuserem a lutar. O amor dura para os fortes, para os que não têm medo de passar por obstáculos, por rotina, por empecilhos, por dificuldades e, também, por infinitas alegrias.”


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

"Não sei se existe um tipo menos pior de traição. Não há nada de errado em não querer assumir um compromisso com alguém, mas uma pessoa que faz um pacto de estar apenas e somente com o outro e trai esse pacto não é exatamente o meu tipo de gente. Agora depois de tudo isso ainda dizer que “não podia perder a oportunidade” ou que é da natureza do homem trair? Não é da natureza de ninguém não ter consideração pelo outro. Não é da natureza de ninguém esquecer que dependemos do modo como nos relacionamos para sobreviver. Não é da natureza de ninguém desconsiderar sentimentos alheios em nome da sua narcísica procura pelo prazer. Não é da natureza nem de homens nem de mulheres se construir em um completo idiota."

domingo, 27 de outubro de 2013

“Porém, eu gostei dela. É raro encontrar alguém que vê além das nuvens, que se senta no meio do nada pra caçar estrelas e trocar ideias com a lua. Há pouco azul na cidade, ninguém dá mais bola para o firmamento, estão todos vivendo sem perceber os prédios se erguendo na volta e engolindo nossa capacidade de reparar nos detalhes.”

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

"A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. As vezes esse alguém aparece, outras vezes, não."

sábado, 12 de outubro de 2013

"A vida é tão maravilhosa porque também é feita de colos, de feridas que cicatrizam, de amigos que celebram ou choram junto. Feita de pessoas apaixonadas e apaixonantes, possíveis e impossíveis, pessoas que machucam, pessoas que chegam pra curar."
"Chega uma hora que só um rostinho bonito não adianta. Você quer mais. Quer uma boa conversa, um bom senso de humor, e, principalmente, um bom caráter."

sábado, 14 de setembro de 2013

“A verdade é que desde sempre foi complicado entender o que eu sinto, mas eu sempre tentei descrever em palavras para que, quem sabe alguém mais ou menos desocupado do que eu, pudesse entender por mim. A vida bateu na minha cara, muitos dias seguidos, sem poesia nenhuma que era pra me deixar sem vontade alguma de abrir os olhos. Só que os olhos são meus e cabe a mim saber até onde é bom enxergar, mesmo que sejam só coisas ruins que não vão me dar o sorrisinho que eu tenho que carregar todas as manhãs. Assim como tudo na vida, amores e amigos vêm e vão e, fico aqui perguntando baixinho, quem sou eu então pra decidir que os meus não deveriam ir? Não adianta mais prometer que será pra sempre. Eu não quero promessas. Promessas criam expectativas e expectativas borram maquiagens e comprimem estômagos. Eu não quero dor. Eu não quero olhar no espelho e ver você escorrer, manchando minha maquiagem. É pelo medo de cair de novo que meus joelhos tremem. Eu quero, no mínimo uma garantia. E eu só preciso me desfocar do sonho que me deixa míope e enxergar além, ou melhor: enxergar o que está na minha cara. Antes de dormir rezei, pedi a Deus que perdoe tanta ingratidão de minha parte, por não enxergar tudo de bom que a vida me oferece, e continuar aqui me lamentando e fazendo tudo por você.”

sábado, 24 de agosto de 2013

"A maior distância é que eu tinha meu coração no meio dos dedos e queria te dar. E você fechou as mãos, fechou a cara, fechou a porta. E ninguém me entendia. E ninguém compreendia minhas maluquices. E ninguém se dava conta que meu comportamento era de uma mulher apaixonada, que queria estar perto, junto, que queria uma resposta."
"Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também.Tá me entendendo? Eu sei que sim. Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou. Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar."

quinta-feira, 22 de agosto de 2013